Eu te amo e te odeio

Eu te amo, mas ao mesmo tempo te odeio!

Todo mundo sabe que sentimentos opostos e distintos são realmente muito próximos, então digamos que não é algo incomum ouvir a frase “eu te amo e te odeio”, e por incrível que pareça, isso pode ser verdade em vários desses momentos.

Há quem diga que amar é suportar várias situações que a pessoa vai te causar diversas situações, onde você vai sentir os maiores ódios do mundo, e se você já amou ou ama alguém, sabe que essa afirmação é um tanto quanto verídica.

Porque no fim das contas, o amor é o sentimento supremo e verdadeiro, aquele sentimento mais forte do que qualquer outro existente, inclusive o nocivo sentimento de ódio, que poucas vezes é superado.

Creio que todos já passaram por situações que se não fosse a pessoa que você realmente ama, já teria desistido de tudo, chutado o balde e jogado tudo que foi construído fora. Mas sabe como é, o amor é capaz de suportar pressões impressionantes.

Vamos por nosso relacionamento a limpo e ter um Casamento de Sucesso!

Mas vamos lá, temos de analisar alguns fatos importantes. Caso esse sentimento de “eu te amo e te odeio” for algo constante, pode significar algum problema. Pode ser apenas uma fase de adaptação a novos costumes, uma falta de tolerância da sua parte, ou até uma diferença que pode ser tornar algo inconciliável.

É importante que esse tipo de problema não perdure por muito tempo, pois essa “montanha russa” emocional, cheia de sobe e desce de emoções, intermediada por alguns sustos, pode ser algo cansativo e degradante, que tende a ir cada vez mais desgastando um relacionamento. Seja o relacionamento que for, pode ser amoroso, mas também uma relação familiar, ou até mesmo alguma convivência em um ambiente de trabalho, com um chefe, colega de profissão ou algo do tipo.

No começo de qualquer relação é comum darmos mais importância e enxergamos mais facilmente os pontos positivos, por isso essa montanha russa de emoções fica muito mais fácil de ser administrada, mas com o passar do tempo os aspectos positivos e os problemas passam a ter um papel muito crucial na nossa avaliação de curto prazo, e é justamente nesse momento que o sobe e desce de emoções pode se tornar algo desgastante e que pode colocar em risco uma relação.

Mas como é de praxe em qualquer relacionamento, é importante avaliar a sua postura, já que uma relação ocorre sempre com mais de uma pessoa, então parte dessa irritação que você sente pode ser por conta de alguma dificuldade sua de aceitação, se for o caso, reflita mais sobre o seu temperamento, e pense em quais aspectos você pode se tornar uma pessoa mais tolerante.

E quando a montanha russa de emoções do “eu te amo e te odeio” te chamar para um passeio, pondere se a emoção vale mesmo o esforço.